Você está agora em:

Dúvidas Frequentes

 

  • O que é um servomotor?

O servomotor é uma máquina síncrona composta por uma parte fixa (o estator) e outra móvel (o rotor) - até então nenhuma novidade. O estator é bombinado como no motor elétrico convencional, porém, apesar de utilizar alimentação trifásica, não pode ser ligado diretamente à rede, pois utiliza uma bobinagem especialmente confeccionada para proporcionar alta dinâmica ao sistema. O rotor é composto por Imãs permanentes dispostos linearmente e um gerador de sinais (resolver) instalado para fornecer sinais de velocidade e posição.
 

  • Quais as características de um servomotor?

De um servomotor são exigidos, entre outros, dinâmica, controle de rotação, torque constante e precisão de posicionamento. As características mais desejadas nos servomotores são o torque constante em larga faixa de rotação (até 4.500 rpm), uma larga faixa de controle da rotação e variação (até 1:3000) e alta capacidade de sobrecarga (3 x Mo).
 

  • Para que serve o resolver?

O resolver é um gerador de sinais analógicos que fornece ao servoconversor condição de avaliar velocidade e posicionamento do servomotor.
 

  • Como medir a resistência do servomotor?

O servomotor tem alimentação trifásica (fornecida pelo servoconversor) e pelo princípio de funcionamento de motores trifásicos (quaisquer) há a necessidade de um balanceamento entre fases. Este balanceamento faz com que o valor de resistência entre as bobinas do servomotor possua valores de resistência bem próximos entre si. Mede-se sempre entre duas fases.
 

  • Como identificar a ligação do motor quando cliente perde a placa de bornes ou danifica?

O ideal (e também mais rápido) é copiar a ligação de um servomotor similar e após as ligações, conectá-lo ao servoconversor para ver se não gera falha.
 

  • Qual temperatura ideal para servomotor?

A temperatura ideal é 40 graus, porém os servomotores síncronos não tem grandes problemas com temperatura, fato este que estes motores não necessitam de ventilação (ventuinha) para auxiliar sua refrigeração. A ventilação forçada em servomotores serve para poder retirar mais torque do que o nominal de plaqueta.
 

  • Qual a diferença entre CONVERSOR de frequência e INVERSOR de frequência?

Os equipamentos são os mesmos, a diferença esta na sua nomenclatura, ou seja, o nome popular é inversor de frequência, muito utilizado no mercado, devido a sua tradução direta do inglês FREQUENCY INVERTERS, o nome técnico é conversor de frequência, adotado pela N.C.M. (Nomenclatura Comum Mercosul) que atribui a classificação fiscal de produtos e equipamentos e determina sua taxação percentual de IPI. Ambos são equipamentos eletrônicos compostos basicamente pêlos blocos retificador, circuito intermediário e pelo bloco inversor, e tem por objetivo variar a velocidade de motores elétricos trifásicos.
 

  • Quais as diferenças entre os conversores de frequência e os soft-starters?

Ambos são equipamentos eletrônicos, porém, enquanto os soft-starters proporcionam apenas a partida suave dos motores os conversores de frequência além de possuir as mesmas características de partida suave com rampas ajustáveis, modulam a rotação do motor, controlam seu torque, tem possibilidade de controle de posicionamento (através de sensor de realimentação) e nos modelos mais avançados possuem funções de CLP(Controladores Lógicos Programáveis) incorporadas, que permitem sua programação.

 


Questionário

Preencha o questionário de aplicação para descobrir qual produto da Aciel melhor se enquadra às suas necessidades.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Em 2005 a Aciel criou seus Princípios de Responsabilidade cujas estratégias são construídas sobre a trilogia People - Profit – Planet (pessoas, lucro e planeta).
Saiba mais

Assistência Técnica

Suporte técnico disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.
Para solicitar nosso suporte
entre em contato através do telefone : (11) 5565-5798
Segunda a Sexta – 08:00 as 17:00 – Fora do horário ligar para:
(11) 976-986-366 / (11) 995-699-781